Início Saúde Alimentos que seu cão pode ou não comer

Alimentos que seu cão pode ou não comer

COMPARTILHAR

Sempre quando começamos a comer alguma coisa, logo os cachorros aparecem e ficam nos rodeando e pedindo um pouco daquele alimento. Essa é uma cena muito comum para os tutores desses bichinhos adoráveis.

Mas, nem sempre os alimentos que nos fazem bem são indicados para a alimentação do animal. Por isso, é preciso tomar cuidado com situações como essas!

Para ajudar todos os tutores a oferecerem uma alimentação de maior qualidade aos bichinhos, montamos aqui uma lista dos alimentos que não são indicados para os cachorros. Se você tem um gato em casa, aproveite e veja esse post que mostra as comidas que eles não podem comer!

Chocolate e café

Nós adoramos tudo que tem chocolate, mas não é um bom alimento para o cãozinho

Esses são dois alimentos muito queridos por nós, humanos. Porém, para os cachorros, eles podem ser extremamente tóxicos. O chocolate possui uma toxicina chamada teobromina, que é bastante parecida com a cafeína. Essas duas substâncias podem provocar diversos males, como ânsia, vômito, diarreia, sede excessiva, tremores, alteração nos batimentos cardíacos e até mesmo convulsões. Por isso, nada de dar nem um pedacinho de alimentos que contenham chocolate e café aos peludos.

Uva ou uva passa

Os morangos são frutas indicadas para os peludos

Existem algumas frutas que os cachorros podem comer, como morango, maçã e melancia, por exemplo (mas sempre sem as sementes, que podem causar problemas no intestino). Porém a uva não é uma delas. Essa frutinha pode ocasionar casos graves de insuficiência renal nos bichinhos.

Abacate

O abacate pode ser muito tóxico para os bichinhos

O abacate é outra fruta que está na lista de alimentos proibidos. O motivo é a presença de uma substância chamada persina, que pode fazer com que o cãozinho tenha desarranjos intestinas.

Macadâmia

Macadâmia para os cachorros: nem pensar!

Muita gente adora esse tipo de noz. Mas, para a saúde dos bichinhos, ela é extremamente nociva. Existe uma toxina ainda desconhecida pelos cientistas que não faz nada bem para os cachorros. Mesmo que os bichinhos comam pequenas quantidades de macadâmia, eles podem apresentar sintomas graves, como tremores, fraqueza ou paralisia dos membros posteriores, vômitos, temperatura corporal elevada e freqüência cardíaca rápida. Ou seja, nunca ofereça nenhum produto que contenha essa noz ao seu animal.

Alho e cebola

Alho e cebola são ótimos temperos, mas não para os cachorros

Esses alimentos, muito utilizados em temperos, são muito perigosos aos cães. O consumo deles pode diminuir drasticamente o volume de glóbulos vermelhos no sangue do bichinho, causando anemia. Por isso, se for oferecer uma alimentação natural, evite temperar a comida com alho e cebola. Sempre procure dicas de profissionais para aderir a esse tipo de alimentação.

Açúcar e doces em geral

Eles podem até pedir, mas não podemos dar doces aos cãezinhos

Todo mundo adora um docinho, não é mesmo? Os cães também gostam muito, mas não é nada indicado oferecer esse tipo de alimento a eles. Os doces possuem xilitol, que é uma substância responsável por aumentar o nível de insulina no organismo do cachorro, podendo levá-lo a desenvolver insuficiência hepática. A ingestão de açúcar por animais é algo grave, já que eles podem ter vômitos, letargia, perda de coordenação e convulsões.

Massas

Apesar de no filme A Dama e o Vagabundo eles comerem macarrão, não é um alimento indicado aos cães

Muito comum na nossa alimentação humana, as massas não caem nada bem no organismo dos bichinhos. O fermento, responsável por fazer a massa crescer, pode expandir o estômago do cãozinho, fazendo com que ele sofra com gases e cólicas. Em casos mais extremos pode até ocorrer uma ruptura intestinal.

Cogumelos

Cogumelos são muito tóxicos aos peludos

Todos os tipos de cogumelos são proibidos para os cães. Eles possuem várias substâncias tóxicas que levam à insuficiência renal e hepática, vômitos, dores de barriga, náuseas e até mesmo convulsões e morte. São bem perigosos!

Alimentos derivados de outros animais

Ossos para os cães: só os do pet shop

O leite de outros animais, como de vaca – o mais comum -, pode ser muito tóxico aos cachorros. Assim como ocorre entre os gatos, o organismo dos cães não consegue digerir a lactose, enzima abundante no leite. Assim, eles podem sofrer com diarreias e problemas digestivos. As carnes e ovos crus também são contra-indicados, pois bactérias como Salmonella e E.coli causam intoxicação e podem levar até à morte. Os ossos também entram nessa leva de proibição, já que eles podem ferir o trato intestinal. Por isso, é melhor aderir sempre aos vendidos em pet shops.

Caso pense que o seu cãozinho está enjoando da ração, é bom sempre pesquisar antes de aderir a outro tipo de alimentação. Existem muitas dúvidas, até mesmo sobre a presença de conservantes na comida industrializada para os bichinhos. Mas sempre leve em consideração a saúde do seu bichinho antes de tomar alguma atitude!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo é a visão do gato
Próximo artigoGuia de raças – Bernese
Redação Geração Pet
Adoramos ler, escrever e falar sobre pets! Amamos cães, gatos e todos os animais e estamos aqui para te ajudar a entender tudo sobre o seu amiguinho, tirar dúvidas, se divertir, rir, emocionar e conhecer várias dicas importantes.