Início Comportamento Como lidar com um cão agressivo?

Como lidar com um cão agressivo?

COMPARTILHAR
0 Flares 0 Flares ×

Quando levamos um cachorro para nossas casas, imaginamos que teremos um melhor amigo para todos os momentos. Porém, um dia ele começa a rosnar para você e até ameaça te morder. E aí, o que fazer nessa situação?

Muitos tutores têm essa dúvida, de como reagir em casos de agressividade canina. Existem muitas situações e possibilidades que levam o cachorro a ser mais bravo ou agressivo. Porém, há como contornar essa situação.

Quer saber como? Então leia neste post as melhores dicas para amansar a sua fera!

Tipos de agressividade

Pessoas tendem a achar que somente Pittbuls e Rottweilers podem ser agressivos

Muita gente acha que a agressividade em cães é somente relacionada à raça. Quantas vezes ouvimos pessoas falando que têm medo de Pitbulls, Rottweilers, entre outras raças tidas como mais bravas. Mas não é somente isso que influencia no comportamento dos bichinhos.

Existem, sim, raças que são mais propensas à agressividade, porém o que mais conta na hora de o cachorro apresentar esse tipo de comportamento é a forma como ele é criado e a linhagem.

Cães muito mimados e que não vêm nos tutores uma imagem de liderança tendem a dominar o ambiente e se tornarem agressivos quando contrariados. E caso na linhagem do cãozinho haja “parentes” com sinais de braveza, isso também pode influenciar no seu comportamento.

Mas podem ficar tranquilos! Para mudar esse quadro, existem exercícios simples de serem realizados. Porém exigem paciência e muito cuidado. Além, é claro, de ser super indicado contar com a ajuda de um profissional, como um adestrador.

Agressividade territorial

Existem técnicas para ajudar a lidar com a agressividade

Os cachorros são animais territorialistas por natureza. Eles prezam muito pela proteção do seu habitat, ou ainda pela segurança de seus filhotes. Por isso podem recorrer à agressividade quando se sentem ameaçados.

Para evitar problemas com isso, é possível recorrer à prática de reforço positivo. Ou seja, quando o animal ficar agressivo, rosnando ou tendendo ao ataque, primeiramente se afaste. Depois, com ele mais calmo, recompense-o com um petisco que ele adora por qualquer sinal de bom comportamento.

Assim, toda vez que ele deixar alguma pessoa ou outro animal entrar em seu habitat, ele será recompensado. Isso criará um padrão em seu comportamento e ajudará a acabar com a agressividade.

Agressividade possessiva

A possessividade por algum objeto, comida ou pessoa pode deixar o cachorro mais bravo

Alguns cães tendem a ter obsessão por algum objeto, comida ou por alguém específico da casa. Quem nunca viu um caso de o cachorro ficar agressivo quando vê alguém se aproximando da pessoa que ele ama tanto? Isso acontece bastante.

A prática de dar um petisco quando ele apresenta bom comportamento também costuma funcionar neste caso. No caso da possessividade por alguém da casa, é preciso ir com cuidado, se aproximando aos poucos. Caso ele apresente um bom comportamento, ofereça-o um petisco.

Importante lembrar que precisa ser um petisco que ele ama, mas que não costuma comer sempre. Ou seja, um bem especial.

Essa técnica costuma funcionar bem, pois ele associa o bom comportamento com algo melhor ainda: ganhar o petisco que ele tanto adora!

Agressividade por medo

A agressividade pode ser método de defesa para cachorros com medo

Alguns cachorros podem demonstrar muito medo quando sentem alguém se aproximando. O ato de rosnar ou se preparar para o ataque seria um método de defesa do bichinho, que está se sentindo acuado.

Para ajudá-lo a mostrar que está tudo bem, que você só quer ajudá-lo e lhe dar carinho, o melhor a se fazer é se aproximar lentamente. Ofereça algum tipo de comida, jogando-a de longe, para ele associar a sua presença com algo bom.

É importante fazer essa aproximação com bastante paciência, reparando sempre nos sinais corporais que o bichinho demonstra. Dessa forma ele vai se acostumando com você ali por perto e vai perdendo esse medo todo, se tornando mais dócil.

Agressividade por dominância

Nunca se pode deixar o cachorro achar que é o líder da casa

Como comentamos no início deste texto, os cachorros precisam saber quem manda no local. O certo é o tutor ser o líder, mas caso isso não fique claro para o bichinho, ele irá querer assumir esse papel.

A consequência disso é que ele se tornará agressivo sempre que for contrariado. Afinal, na cabeça dele, é ele quem manda por ali.
Para contornar essa situação, é preciso que o tutor adote mais posturas de liderança e dominância. Isso não significa, jamais, que devam ser praticados atos violentos contra o bichinho. A violência nunca é a solução!

O tutor pode, então, tentar disciplinar o cachorro, com exercícios de mandá-lo sentar, dando uma recompensa, como petiscos. Ou então ensiná-lo de que, ao passear, é você quem está guiando. E até mesmo atitudes simples, como nunca o deixar passar pela porta antes de você.

Afinal, é você quem manda!

Adestramento

O adestramento pode ajudar a disciplinar o cão agressivo

Essas dicas podem ser adotadas no dia a dia, com o tutor sempre sentindo se o cachorro está demonstrando melhoras. Preste atenção aos sinais corporais, pois é a principal linguagem dos cães.

Porém, em casos mais graves, o melhor mesmo é recorrer à ajuda de um profissional. O adestramento pode funcionar bem, mas é preciso pesquisar bem sobre os métodos que ele utiliza. Segurança sempre em primeiro lugar!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO que é otite canina?
Próximo artigoComo adaptar o cão à caminha
Adoramos ler, escrever e falar sobre pets! Amamos cães, gatos e todos os animais e estamos aqui para te ajudar a entender tudo sobre o seu amiguinho, tirar dúvidas, se divertir, rir, emocionar e conhecer várias dicas importantes.