COMPARTILHAR
Adotou um gato e não sabe como cuidar? Está pensando em ter a companhia de um felino e tem várias dúvidas?
Então você está no artigo certo! Temos 7 dicas para cuidar de gatos, e vamos te passar algumas informações essenciais.

Antes de qualquer coisa, se você está com vontade de ter um gato e está pesquisando e se informando antes, ótimo!
Você sabe quais são as 10 raças mais populares no Brasil? Clique aqui e conheça.
Se você mora em apartamento, vai gostar de ler este texto e conhecer as 5 melhores raças de gatos para apartamento.

1. Primeiros Cuidados

As primeiras ações a se fazer quando se tem um gatinho em casa pela primeira vez, são:

2. Gatos adoram carinho, mas não na barriga

Observe os sinais e saiba como fazer carinho em um gato. Eles adoram, mas é importante saber o jeito certo! A maioria dos gatos não gostam de carinho na barriga, a não ser que te peçam que faça isso. Como? Deitando ao seu lado com a barriga pra cima com ar convidativo. Aí você pode acariciar a barriguinha, mas se ele agarrar sua mão, pare!

Chame o gato para perto de você e deixe-o cheirar sua mão. Se ele permanecer próximo de você, pode começar a fazer carinho.

Há algumas regiões em que os gatos mais gostam de ser tocados: testa, atrás das orelhas, atrás dos bigodes, mandíbula na área do pescoço e uma passada da testa até a cauda também faz sucesso!

Observe sempre se ele está gostando, fechando os olhinhos ou ronronando. Os gatos conversam bastante através de sua linguagem corporal, sabia?

3. Cuidado com as bolas de pelo

Este é um problema comum que pode assustar os donos de gato que não estão acostumados com isso. Gatos se lambem bastante para se higienizarem, por isso não precisam de banhos tão frequentes. Ao fazerem isso, os gatos acabam ingerindo pelos mortos, o que acaba formando bolas que, às vezes, podem ser devolvidas em forma de vômitos.

Não se assuste! Em períodos de troca de pelagem é mais comum ocorrer os vômitos das bolas de pelo, ou seja, na primavera e no outono. É considerado comum os gatos vomitarem até quatro vezes em um mês. Mais do que isso já é sinal de alerta. É importante também observar o que há no vômito, se há só pelos ou se também contém ração ou outros elementos. Já existem produtos no mercado que ajudam muito na prevenção e eliminação de bolas de pelo. Rações Super Premium também ajudam muito, veja alguns exemplos aqui!

Em caso de alerta, leve o seu gato ao veterinário!

4. Gatos também adoram brinquedos

Gatos gostam muito de brincar, muitas vezes, preferem até fazer isto sozinhos, ou seja, sem a companhia de um adulto, mas com brinquedos bons e ideais.

cuidar-gatos

Os brinquedos mais conhecidos e pedidos são os arranhadores e brinquedos que simulam a caça.

5. A alimentação ideal

Os gatos se originaram no deserto, ingerem pouca água, “aprenderam” a concentrar a urina e são carnívoros estritos, portanto carboidratos tem pouco valor nutricional para os felinos.

Gatos precisam de carne, mas quando falamos em carne, não estamos falando de músculo somente. O mais importante na alimentação do gato são as vísceras, onde estão os aminoácidos e a água que ele precisa.

Você já deve ter reparado que existem rações secas e úmidas no mercado. Neste texto você pode entender quais são as diferenças e vantagens.

E atenção! Gatos não devem beber leite. Neste artigo nós te apresentamos os alimentos proibidos para seu gato!

Conheça as melhores marcas de ração para gatos clicando aqui.

6. Castrar é importante

Quanto antes, melhor. É muito importante castrar seu gato, seja macho ou fêmea, em qualquer fase da vida, de preferência quando ainda é filhote. Procure uma clínica veterinária de confiança, converse com um médico e entenda todo o processo.

A castração consiste em um procedimento cirúrgico rápido e simples e requer alguns cuidados no pré e no pós operatório. Antes da castração, o veterinário indicará se o gato precisa estar em jejum devido à anestesia e após o procedimento, o ideal é vestir uma roupa cirúrgica ou colar elizabetano para que o gato não mexa nos pontos recebidos da cirurgia.

7. Vacine seu felino

Como todo animal, os gatos também precisam passar pela vacinação. Consulte o médico veterinário para saber quais vacinas devem ser aplicadas junto a uma carteira para acompanhamento.

Hoje em dia no mercado existe a vacina conhecida como V4, a vacina quádrupla, que imuniza gatos contra doenças como panleucopenia, rinotraqueíte, calicivirose e clamidiose. Certamente é a melhor escolha, a mais completa, mas também existe a versão V3, sendo que a diferença entre as vacinas está na quantidade de antígenos presentes na formulação.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo manter a saúde da pele e pelagem do seu pet
Próximo artigoCuidados com Gatos em Dias de Calor
Redação Geração Pet
Adoramos ler, escrever e falar sobre pets! Amamos cães, gatos e todos os animais e estamos aqui para te ajudar a entender tudo sobre o seu amiguinho, tirar dúvidas, se divertir, rir, emocionar e conhecer várias dicas importantes.