COMPARTILHAR

Porte: grande
Peso: de 32 a 45 kg
Necessidade de exercício diário: alta
Temperamento: Destemido, Energético, Leal, Alerta, Obediente, Inteligente, Confiante
Adestrabilidade: Alta
Expectativa de vida: 10 a 13 anos
Principais Rações para Doberman: Adimax, Premier, Hills, Biofresh e Royal Canin

 

Um cão forte, destemido e ótimo para proteger a casa e seus tutores. Essas são as principais características do Doberman.
O Doberman se destaca entre os cães que são utilizados como farejadores e protetores. Tanto é que as Forças Armadas norte-americanas utilizaram muito essa raça durante a Primeira Guerra Mundial.

Esse cão também é bastante inteligente, obediente e leal, sendo muito fácil adestrá-lo. Apesar de demonstrar muita força e não ser tão carente, quanto outras raças, ele pode ser um ótimo companheiro para a família e crianças, desde que seja acostumado desde cedo a socializar.

Personalidade

Apesar de ser um ótimo cão de guarda, o Doberman também é muito afetuoso

De personalidade forte, o Doberman precisa de bastante atenção durante a sua criação. Ele tem o costume de ser o dominador dos amibentes em que vive, se tornando até mesmo agressivo, caso os seus tutores não demonstrem firmeza quando ele demonstra uma atitude indesejada.

Por isso, é preciso mostrar a ele que existem comportamentos que não são aceitos em sua casa. Caso tenha um bom adestramento, o Doberman certamente será o queridinho de todos, já que será leal e obediente para o resto da vida.
Apesar de se mostrar como um cão firme, ele também pode ser extremamente dócil e afetuoso.

O preço do filhote de Doberman hoje varia entre 1 mil reais e 3 mil reais.

Pelagem e cores

Sua pelagem escura e brilhante chama muito a atenção

Os seus pelos são curtos e mais grossos, tornando-se fácil mantê-la limpa e higienizada. Por isso, o Doberman não necessita de muitos banhos. Escovações semanais ajudam a eliminar os pelos mortos, além de deixar o Doberman muito mais lindo!

As cores são sempre mais escuras, com tons de preto, caramelo e até mesmo indo mais para o tom vermelho ferrugem. O preto predomina, enquanto os outros tons ocorrem mais na região do fucinho, sobrancelha e barriga.

Apesar de muito raro, há a ocorrência do Doberman branco, albino.

Cuidados especiais

O Doberman é um cão muito saudável

Por ser um cachorro muito ativo, é preciso levá-lo para passear com frequência. É bom também deixá-lo correr bastante, para gastar energia, senão ele pode se estressar e se tornar destrutivo. Ou seja, cuidado com os sofás e qualquer tipo de coisa que ela possa roer.

O Doberman costuma ser bastante saudável, desde que alimentado com rações de qualidade e próprias para a raça. Ele não demanda muitos cuidados especiais, porém é preciso tomar cuidado com os seus dentes e orelhas. Escovações e limpeza das orelhas feitas semanalmente já ajudam a evitar infecções.

Comum em cachorros de médio a grande porte, é necessário também fazer uma checagem periódica do coração. Cachorros dessa raça podem ter cardiomiopatia dilatada, que é uma doença em que o coração enfraquece e não consegue bombear corretamente o sangue. Além também da displasia de quadril, causada pela má formação de articulação nessa região do corpo.

Portanto, consulte um veterinário, caso verifique sinais de que o seu Doberman possa não estar tão bem.

História

O Doberman foi criado na Alemanha

A raça Doberman é relativamente recente, criada em 1890 pelo cobrador de impostos alemão Karl Friedrich Louis Dobermann. Ele precisava de um cachorro obediente, leal e protetor para acompanhá-lo em suas viagens de trabalho. Então cruzou cães das raças Pastor Alemão, Pinscher, Rottweiler, Terrier, Greyhound e Weimaraner. A raça foi reconhecida pelo American Kennel Club (AKC) em 1900.

O primeiro Doberman foi levado à América do Norte em 1908. Se tornou popular bem rapidamente, sendo designado a trabalhos na polícia e como cão de guarda. Mais tarde foi até levado à guerra.
Por conta de sua silhueta e postura, ele se tornou um cão de exposição, chamando a atenção de todos. As famílias começaram a adotá-lo como animal de estimação, o que fez com que ele se tornasse a segunda raça mais popular dos Estados Unidos em 1977.

E você também tem uma paixão pelos Dobermans? Conte a sua história nos comentários!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorToxoplasmose: Sintomas, tratamento, como prevenir?
Próximo artigoAtopia em cães
Redação Geração Pet
Adoramos ler, escrever e falar sobre pets! Amamos cães, gatos e todos os animais e estamos aqui para te ajudar a entender tudo sobre o seu amiguinho, tirar dúvidas, se divertir, rir, emocionar e conhecer várias dicas importantes.