SHARE

Não é à toa que J. K. Rowling conseguiu criar animais tão fantásticos para a sua obra de ficção, pensando em como nossa fauna já é bem fantástica sozinha. Alguns desses animais exóticos fantásticos podem ser domesticados e é sobre eles que vamos falar neste artigo!

Algumas pessoas os consideram bichinhos exóticos, outras acham super normal ter um furão ou uma iguana em casa… A questão é que para quem ama animais, há espaço para muito mais além de cães e gatos!

Continue lendo este artigo e conheça 7 pets diferentes e fantásticos:

1. Coelho

Para ter um animalzinho deste como pet, o mais aconselhado é ter um mini coelho, e é preciso alguns cuidados e atenções especiais. Como ele não faz barulho do mesmo jeito que os gatos e cachorros, é necessário prestar atenção aos sinais que ele demonstra para avisar algo ou mostrar que não está bem.

mini coelho
Via Tata Pet

Sua rotina é bem tranqüila, por ser um animal noturno, dorme quase que o dia o todo e fica desperto à noite. O ideal é deixar um espaço com brinquedos, água e ração disponíveis para ele sempre ter com o que se distrair, além de se alimentar.

Coelhos precisam roer! Seus dentes crescem bastante e para diminuí-los, eles precisam morder e roer coisas, por isso, você pode oferecer roedores específicos para deixar à disposição para eles. E cuidado com cabos de eletrodomésticos e móveis de madeira por perto…

Importante lembrar aqui que o coelho, por mais fofo e temático que seja, não é decoração nem brinquedo! Por isso não pode ser considerado um presente de Páscoa! Coelhos são animais carinhosos e que precisam de donos que o amem e queiram ele durante toda a sua vida, assim como qualquer outro pet. Pense bem antes de comprar ou adotar um coelhinho, sua estimativa de vida está entre 10 e 12 anos.

Para ter mais praticidade no dia a dia, ao cuidar de um coelho, recomenda-se oferecer ração para ele. Sementes e grãos são ótimos para eles e você pode encontrar ração de ótima qualidade clicando aqui.

2. Tartaruga

A tartaruga é uma ótima opção para quem sente falta de uma companhia animal, mas não pode dar tanta atenção quanto os pets tradicionais. Ela é tranquila e simpática! Deve-se considerar que a tartaruga tem uma expectativa de vida pra lá de longa, são mais de 100 anos, então se prepare para ter um companheiro pet para a vida toda!

tartaruga
Via Blend Images

Tudo o que uma tartaruga precisa é comida, água e um espaço sempre limpinho. Então mesmo não exigindo tanta atenção, limpar a sujeira que ela faz deve ser uma tarefa diária. Em sua casa ela deve ter acesso a luz do sol também, mas cuidado para não expor o animal ao calor excessivo!

O casco da tartaruga precisa ser limpo a cada 15 dias, mas não se assuste, é normal que apareçam manchas de mofo ou poeira. Para isso use uma escovinha comum.

As tartarugas gostam bastante também de se molhar, então é importante que em seu viveiro elas tenham algum local com água limpa para molhar suas patinhas. E para alimentá-las, recomenda-se oferecer carne, verduras, legumes e frutas.

3. Furão

Agora chegamos a um pet realmente fantástico! O furão (ou ferret) é um desejo de consumo de várias pessoas no Brasil, mas como ele não é natural daqui, comprá-lo pode ser um pouco difícil. O furão tem um estilo de vida e necessidades bem particulares, o que deve ser levado em conta antes de comprá-lo. Com um sistema imunológico bem frágil, os furões preferem ficar em casa, mas gostam muito de brincar especialmente em túneis, um de seus passatempos favoritos.

furão
Via Flickr

Ele também se difere dos pets mais tradicionais por não gostar de contato físico, então dificilmente ficará no colo ou deitado próximo ao seu dono. Sua expectativa de vida é de 4 a 6 anos. E podem viver soltos na casa, já que uma gaiola fechada pode, de fato, deixá-los depressivos.

Outras características comuns dos furões:
– eles comem ração especifica para furões e não podem fugir dessa dieta;
-precisam de escuridão quase que 100% do tempo, não podem ser expostos a luz artificial por mais de 6 horas;
-tem seus ossos muito pequenos e frágeis, por isso se pegos de forma errada podem ter lesões graves;
-não gostam do convívio com crianças, por se sentirem ameaçados por elas.

É um animalzinho bem peculiar, que não deixa de ser um único e fantástico na vida de seus donos. Com os cuidados coretos, podem viver uma vida muito feliz e tranquila.

4. Calopsita

A calopsita já é bem popular no Brasil, com sua penugem diferenciada, chama muito a atenção das pessoas e pode, além de tudo, ser um pet muito companheiro e amigável. Com habilidades de canto surpreendentes, a calopsita pode inclusive aprender a cantar melodias específicas e avisar a presença de estranhos ou a chegada de seu dono.

calopsita
Via Eve Dias

Para ter uma ave como ela, você vai precisar de uma gaiola grande e espaçosa, ração específica para calopsitas, potinho com água sempre fresca e limpa e também brinquedos para bicar e se distrair. Ao comprar a gaiola, escolha modelos em que o puleiro fique aberto, pois elas gostam de liberdade e de ficar passeando pela casa e também perto de seus donos.

Elas gostam e precisam de atenção das pessoas da casa. Caso fiquem muito tempo sozinhas, acabam se estressando ao ponto de arrancar as próprias penas, por isso separe sempre um momento do dia para ficar com sua amiguinha de penas e bochechas vermelhas!

5. Cacatua

Outro animal fantástico e popular, da mesma família da calopsita e dos papagaios, são as cacatuas! Elas têm um porte maior e majestoso, sendo assim um animal muito bonito e diferente. Elas podem chegar a medir 70 cm de altura.

cacatua
Via Wallpapers Web

Diferentemente das calopsitas, as cacatuas podem aprender a repetir palavras e têm sua crista móvel (que pode várias entre 20 cores diferentes, dependendo de sua raça). São pets queridos por terem uma expectativa longa de vida, podendo chegar a até incríveis 75 anos, ou seja, outro pet para a vida toda!

É importante adquiri-la ainda filhote, para que cresça se acostumando com seus donos, seus afagos e gostos. Assim, tornam-se animais muito carinhosos e companheiros. Aqui temos um vídeo do cantor Iggy Pop com sua Cacatua, mostrando como animal pode ser um ótimo e divertido companheiro!

Para criá-la, é preciso uma gaiola ou puleiro aberto e ração para alimentá-la da forma mais completa e prática. Recomendamos alimento super premium para esta ave fantástica!

6. Roedores de pequeno porte

Aqui temos vários tipos de animais fantásticos, sejam eles hamsters, gerbils, chinchilas ou porquinhos da índia. Esses roedores são verdadeiros pets em suas rotinas, gostam de passear, ter atenção de seus donos, comer ração (específica para seu porte e raça) e também praticar bastante corrida, seja em seus túneis ou em rodinhas e bolinhas de plásticos.

hamster
Via Portal MA

Assim como os coelhos, seus dentes nunca param de crescer então é importante que tenham brinquedos que possam ser mordidos como pedras de cálcio ou pedacinhos de madeira. É importante também que sua gaiola seja equipada com comedouro e bebedouro, sempre limpos e com comida à disposição.

Esses pets são noturnos, por isso é normal achar que eles hibernam, mas na verdade eles gostam é de dormir durante o dia e aproveitar à noite, para brincar e se exercitar. Não estranhe se um dia encontrar seu bichinho com as bochechas cheias, isso acontece justamente porque eles dormem tanto e acabam guardado a comida dentro da boca, facilitando fazer uma boquinha durante o dia!

Lembre-se de conversar e brincar com seu pet, seja ele bem pequeno ou maiorzinho, a convivência é importantíssima para que o roedor não fique arisco. Assim você o acostuma com seu toque e sua presença. Mas é importante evitar o estresse…

Dificilmente os roedores saem de casa, a não ser para ir ao veterinário, as saídas podem deixá-los estressados, causando a queda de pelos, falta de apetite e até diarréia. Apesar de serem ótimos pets, sua expectativa de vida é muito curta, exceto as chinchilas que podem viver 20 anos, os pequenos roedores vivem de 2 a 5 anos. Por isso faça com que a vida de seu pequeno pet seja muito boa e divertida!

7. Iguana

O mais exótico dos nossos animais fantásticos de hoje é, sem dúvida, a iguana! Esse réptil conquistou aos poucos o coração dos brasileiros e hoje já se tornou um pet mais comum, porém muitos se enganam ao pensar que cuidar de um bichinho deste é fácil.

iguana
Via Getty

As iguanas precisam de:
– Um terrário, de preferência de vidro, que seja apropriado para seu porte;
– Este local deve ser equipado com iluminação ultra-violeta;
– Uma ou mais fontes de calor;
– Um substrato (fundo), algo como ‘forest floor’ e grama artificial;
– Galhos e troncos para ela se exercitar.

As iguanas chegam a crescer até 2 metros, sendo 2/3 desse tamanho a sua cauda. Elas se alimentam basicamente de frutas, legumes e vegetais, além de gostarem de comer um pouco de queijo branco e flores como hibisco e pétalas de rosa.

E atenção, elas não são animais de colo e dificilmente ficam confortáveis fora de seus terreiros. Um fator importante é a umidade, que precisa estar entre 70% e 80% para que sua pele não resseque e se machuque. Leve em conta todas essas informações ao escolher ter um pet como uma iguana e saiba que seu cuidado é necessário e não pode ser precário.

Independente de qual pet fantástico você tiver ou estiver pensando em ter, o mais importante é cuidar e estar sempre presente para as necessidades do seu bichinho. Assim, você poderá ser um dono fantástico também! Leve sempre em consideração as particularidades do seu pet e como ele afeta ou cria a sua rotina.

Compartilhe conosco a sua experiência em ter um pet fantástico, diferente e exótico e conte para nós nos comentários abaixo.

Cupom de Desconto Geração Pet - Pet Shop Online
Cupom de Desconto Geração Pet - Pet Shop Online
Cupom de Desconto Geração Pet - Pet Shop Online