COMPARTILHAR
0 Flares 0 Flares ×
Ah, esses bichinhos minúsculos que nos dão dor de cabeça!
As pulgas são um grande incômodo tanto para os pets, quanto para os humanos.Encontrou em seu pet? Saiba o que fazer e como acabar com pulgas!
Quer aprender a identificar se seu cão ou gato está com pulgas? Saiba tudo neste post!

Como as pulgas são e o que elas fazem?

PulgaAs pulgas são pequenos insetos de cor marrom escuro e sem asas que dependem de um hospedeiro – para se alimentarem (sangue) e protegerem – e geralmente são o cão e o gato.

Além de provocarem incômodo pelas picadas, transmitem vermes, parasitas sanguíneos e podem induzir processos alérgicos, diminuindo a qualidade de vida dos animais.

Por serem capazes de pular até 30 cm, não há necessidade de contato íntimo, sendo assim, o cão ou o gato podem adquiri-las passeando na rua ou no próprio quintal, prédio ou carro onde possam ter acesso a outros animais. Por isso existe a grande importância de oferecermos a eles mecanismos de combate e proteção contra as pulgas, que são os parasitas mais comuns!

Há mais de 2.000 espécies em todo o mundo, porém, a Ctenocephalides felis felis é a espécie mais comum, prevalecendo em mais de 90% dos cães e gatos.
Normalmente, o ciclo de vida se completa em 3 a 4 semanas e as pulgas vivem em um animal por mais de 100 dias.
A partir do quarto dia se alimentando do sangue do animal, cada fêmea produz, em média, 20 ovos por dia durante 21 dias.
Se o ciclo não for interrompido, a infestação acontece rapidamente no animal e torna-se extremamente incômoda e maléfica à sua saúde.

Por isso, é muito importante saber identificar e acabar com as pulgas no seu cachorro ou gato!

Como identificar se o cão ou gato está com pulgas?

Gato com Pulgas

Cuidar bem do cão ou gato também significa estar em alerta com o comportamento dele, e esta é a melhor forma de identificar se ele está com pulgas ou parasitas.Observe se o animal se coça muito
Na verdade, é comum cães e gatos se coçarem, mas perceba se ele se coça mais que o normal, em vários locais do corpo, se chega a “reclamar” (chorar ou fazer algum som) e também se morde a pele em alguma área quando se coça.Como identificar Pulgas Examine
A maneira mais direta de verificar é fazendo uma inspeção visual e com as mãos, examinando bem o pelo e pele.
Pulgas são rápidas, estão sempre se movimentando, andando e pulando, então verifique com agilidade.Verifique os sinais
Mais do que as próprias pulgas, é possível encontrar suas fezes. Isso é um sinal de que pode ter pulgas no corpo do cão ou gato! As fezes são pontinhos pretos, mas se as molharmos ficarão avermelhados (pois parasitas se alimentam de sangue).Para localizar estes dejetos o ideal é colocar uma toalha branca embaixo do animal e, em seguida, escová-lo completamente. Se houver fezes e pulgas, é possível visualizar na toalha branca.Reação alérgica
É outro sinal que pode indicar presença de pulgas e parasitas. As picadas dos insetos podem deixar a pele do animal avermelhada e irritada, portanto, atenção na hora de examiná-lo.Suspeita que seu animal está com pulgas? Faça a prevenção!
Encontrou pulgas nele? É hora de combater!
Entre em contato com seu médico veterinário e avalie qual é o melhor método para acabar com pulgas.Aqui estão as melhores formas encontradas no mercado:

Qual é o melhor método antipulgas?

Após a identificação das pulgas no cão ou gato, é extremamente necessário agir para acabar com elas o mais rápido possível!

Para isso, existem diversos métodos. Conheça todos eles e avalie qual é o ideal para você, além de verificar com um médico veterinário.

Shampoo Antipulgas para CãesXampu antipulgas
A eficácia é baixa, durando apenas 24 horas, por isso, pode ser utilizado como método emergencial.

É fácil de aplicar, assim como um xampu convencional e possui um custo acessível. É importante dar banho no cão ou gato com cuidado para não deixar que entre em contato com os olhos dele!
Não possui efeitos colaterais, mas no dia seguinte, já pode haver presença de pulgas novamente.

Coleiras antipulgas
Estas coleiras liberam continuamente o princípio ativo antiparasitário e sua vida útil é de no mínimo 5 meses.
É o melhor método para prevenção de parasitas, e não para um tratamento intensivo de infestação.

Em casos extremos, pode haver reação alérgica a algum componente da coleira, e seu uso deve ser imediatamente interrompido. Animais que não possuem o hábito de usar coleira, podem estranhar a presença, então é necessário avaliar se é uma boa solução mesmo para o seu cachorro ou gato.

Interessou?
Confira nossa seleção de marcas de coleiras antipulgas clicando aqui.

Talcos antipulgas
Não é um método muito utilizado, mas é bem interessante para aplicação em filhotes a partir de 3 meses e é uma solução para não haver necessidade de dar muitos banhos no cão ou gato (pois eles não podem tomar banhos com grande frequência).

Existem também versões de talco para aplicar em ambientes, como os cômodos da casa e caminha do animal.
É preciso muito cuidado na hora do tratamento com talco, pois não pode haver contato com os olhos e nem boca.

Ele funciona a partir da ação de aplicar o talco no dorso e passar uma escova para remover bem o excesso.

Sprays antipulgas
São uma ótima forma de combate eficaz às pulgas, tanto para prevenção quanto para tratamento de infestações, com ação imediata!

Spray AntipulgasOs sprays possuem fácil aplicação, basta ser espirrado no corpo inteiro do animal, tomando cuidado para não afetar focinho, boca e olhos. Mas é preciso atenção! Em casos de pelos compridos, é necessário afastá-los para que a composição do spray atinja diretamente a pele.

Interessou?
Confira as melhores marcas em sprays clicando aqui.


Existem também no mercado sprays para ambientes, ótimos para prevenção de pulgas e no momento do tratamento também.

Os insetos se reproduzem muito rapidamente e escolhem lugares quentes para botar ovos e continuar o ciclo de vida.
Por isso, é essencial aplicar este spray em cômodos, tapetes, caminha, sofás, carro, locais em que o animal mais fica e em pequenos espaços, como rodapés e assoalhos, para combater insetos, larvas e ovos.

Dentre os mais diversos Sprays Antipulgas, recomendamos o Fleegard da Bayer, o Defendog da Virbac e o já conhecido Frontline Spray.

Pipeta Antipulgas para GatosPipetas ou bisnagas
Semelhantes ao spray, as pipetas (também conhecidas por bisnagas e ampolas) possuem uma composição bem concentrada, por isso a ação é um pouco mais lenta, mas igualmente eficaz!

Para tratar um animal, é necessário aplicar o líquido da pipeta no dorso, é simples! Esta composição penetra na pele e se espalha pelo corpo todo através das glândulas sebáceas, o que pode levar até 2 dias para completar a ação totalmente.

A eficácia dura até 3 meses e combate também carrapatos e outros parasitas.

Conheça as melhores marcas do mercado em pipetas e bisnagas antipulgas clicando aqui.

Tabletes mastigáveis
Pouco conhecido, mas bastante eficaz e fácil, o método de tabletes é bem interessante!
Ainda é novidade no mercado, mas as marcas que oferecem garantem qualidade no tratamento contra pulgas, bastando apenas oferecer um tablete ao animal, que após ingeri-lo, a ação já começará a acontecer no corpo.

A ingestão do tablet promove proteção por 30 dias e é ideal para animais que possuem algum tipo de alergia a medicamentos ou dermatite grave, evitando o contato da pele com um remédio que possa irritá-la.

Interessou? Então não deixe de conferir o Antipulgas Comfortis e o Antipulgas e Carrapatos Nexgard

Como evitar e prevenir pulgas?

Alguns métodos apresentados são mais eficazes para prevenção, como as pipetas, coleiras e tabletes.
Manter um local sempre limpo e arejado é essencial, além de observar o comportamento do animal após contato próximo com outros animais e locais estranhos. Sempre que possível, aplique inseticida pela casa e cômodos, e deixe que o ambiente esteja bem ventilado e nenhuma pessoa ou animal esteja por perto. É importante também aspirar tapetes e pisos constantemente.

Algumas dicas caseiras podem ajudar na prevenção. Não é comprovado, mas há quem diga que dá certo! São elas:

Tigela com água e detergente
Essa mistura de água com detergente é extremamente tóxica para pulgas, então pode servir de armadilha. Há pessoas que sugerem colocar a tigela embaixo de uma fonte de luz (próxima ao chão) que as pulgas serão atraídas e não conseguirão sair da água, acabando assim por morrerem após um tempo.

Spray para ambiente
Misture cerca de 1 litro e meio (ou metade de um balde) de água com 1 copo de vinagre de álcool + 1 copo de cloro + ½ copo de sal. Coloque essa mistura em um borrifador e espalhe pela casa, nos rodapés, assoalhos, cantos de cômodos, carpetes, tapetes, caminha do seu animal e em lugares que ele fica mais tempo. Cuidado para não deixá-lo entrar em contato com este “remédio caseiro”!
Para ambientes externos, recomendamos o K-Othrine da Bayer, um poderoso inseticida que age contra pulgas, carrapatos, baratas, formigas e muito mais!

Vinagre de maçã
O vinagre é um ótimo aliado da saúde de todos, pessoas e animais. Existem diversas sugestões de aplicação dele no dia-a-dia dos animais. Ofereça pequenas quantidades de vinagre diluídas em bastante água para seu pet que a saúde dele pode melhorar bastante, além de prevenir pulgas.
Borrifar uma mistura de 1 parte de vinagre para 5 ou mais de água (é pouco vinagre, mesmo!) na pele do cão ou gato também pode ajudar a acabar com as pulgas, tenha cuidado com os olhos, ouvidos, focinho e área irritadas ou machucadas da pele.

Confira tudo que o vinagre é capaz para os animais, clicando aqui.

As pulgas podem causar problemas mais graves e doenças?

Sim!

Cachorro DoenteAs pulgas em cachorros são um problema relativamente comum, mas totalmente incômodo na vida deles e de seus donos, por isso é importantíssimo tratar e prevenir.

Elas causam muito prurido (coceira), doenças como dermatites, verminoses, anemias e sintomas de estresse nos pets.
Elas também podem trazer consequências desde a perda de peso e de apetite até a infecção por vermes como a (Dipilidose canina, causada pelo dipylidium caninum) quando ocorre ingestão, o que pode levar a diarréias com vestígios de sangue e, em casos mais graves, ataques convulsivos.

Por isso, muita atenção e cuidado com o seu amiguinho de quatro patas, sempre!

Esperamos que tenha gostado de nossas dicas, e se tiver alguma dúvida ou sugestão, escreva nos comentários!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDespedida de um amigo de 4 patas
Próximo artigo[vídeo] Cachorros com Medo de Gatos
Adoramos ler, escrever e falar sobre pets! Amamos cães, gatos e todos os animais e estamos aqui para te ajudar a entender tudo sobre o seu amiguinho, tirar dúvidas, se divertir, rir, emocionar e conhecer várias dicas importantes.