Início Comportamento Como adaptar o cão à caminha

Como adaptar o cão à caminha

COMPARTILHAR

Todo mundo adora uma cama bem confortável para ter um sono bem tranquilo, não é mesmo? E para os cães não é diferente. Assim como nós, humanos, os cachorros gostam bastante de conforto na hora de dormir.

E dormir junto do seu tutor, para o cãozinho, é algo melhor ainda. Como eles amam estar com sua família humana por perto, deitar-se coladinho com o seu tutor é o paraíso para eles.

Porém, é bom incentivá-lo a ser mais independente e ter a sua própria caminha. Mas se ele já foi acostumado a subir na cama do tutor, fazê-lo acostumar-se com uma nova será um pouco mais difícil e exigirá paciência.

Mas não é algo impossível! Veja nesse texto dicas de como fazer a adaptação do cachorro em sua própria caminha!

Paciência e dedicação

Os cachorros adoram ficar grudados com seus tutores

Não é errado deixar o cachorro dormir na cama junto com você. Os adestradores costumam dizer que essa é uma escolha de cada pessoa. Porém, indicam ser bom o cãozinho ter a sua própria caminha, para acostumá-lo a ser mais independente.

Então, no caso de o peludo já estar acostumado a subir na sua cama, para mudar o comportamento e oferecê-lo uma nova cama, é preciso ter paciência e dedicação.

O primeiro passo seria comprar uma cama que seja confortável e que seja um pouco maior do que o cachorro. Se for muito grande, pode ser que o cão não acostume, pois gosta de se aninhar para dormir e vai acabar sobrando muito espaço. Ele pode se sentir inseguro.

É preciso paciência para fazê-lo entender que não pode mais subir na cama

Se for muito pequena, nem precisamos dizer que ele não se sentirá nada confortável. Existem diversas opções de caminhas para comprar, é só perceber qual considera ser melhor para o seu cachorro.

Por ser algo novo, com um cheiro diferente, o tutor pode colocar algo com um odor familiar ao peludo. A dica é forrar a caminha com uma peça de roupa sua ou alguma manta que o cachorro já utilizava. Assim ele não irá estranhar muito. É indicado, também, deixar brinquedos e comidas na caminha, para que ele associe com algo bom.

O passo mais árduo e que exigirá mais trabalho será educá-lo, para que não suba mais na sua cama. Por isso, você deve fazer esse processo educativo num dia de folga, por exemplo, pois poderá ser uma noite longa e mal dormida.

Eles também adoram deitar no sofá

Toda vez que o cachorro pular na cama, tire-o de lá e leve-o até a caminha nova. Não o repreenda demais, apenas fale um NÃO e coloque-o na caminha, fazendo um carinho e dando alguma recompensa, como um petisco. Assim irá fazer um reforço positivo, de que aquela atitude é que está certa.

É preciso repetir isso por várias vezes, até que ele entenda que não pode mais subir na cama com você.

Repetição de palavras

A dica é mostrar que a caminha é um lugar ótimo para dormir

Quando for chamar o cãozinho para ir à caminha, sempre use as mesmas frases, para que ele comece associar aquele chamado com a hora de dormir. Tente dizer VAMOS PARA A CAMA, ou somente CAMA, indicando o local.

Isso o ajudará a entender que é hora de deitar-se na sua nova cama.

Sempre dê reforços positivos quando ele deitar ou somente sentar na caminha. Faça um carinho, converse amorosamente com ele e lhe dê petiscos.

Dessa forma ele começará a perceber que deitar por ali é algo bom.

Caminha em vários lugares

A técnica de reforços positivos pode ajudar bastante

Para ajudá-lo ainda mais a entender que a caminha é o seu lugar de conforto, leve sempre a caminha em locais que você costuma ficar bastante. Durante o dia, por exemplo, deixa-a na sala, quando estiver por lá. Isso ajuda, também, a evitar que o cachorro suba no sofá.

Se quiser, pode deixá-lo subir na cama ou no sofá de vez em quando. Não tem problema. Mas somente o deixe fazer isso quando você chamar. Assim ele percebe que pode subir só quando for convidado.

Essas mudanças exigem bastante paciência e repetições contínuas, pois assim o cachorro irá entender qual a melhor atitude a ser tomada. A técnica de reforço positivo costuma funcionar bastante, por isso tenha sempre petiscos que ele adora e use-os somente quando for presenteá-lo pelo bom comportamento.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo lidar com um cão agressivo?
Próximo artigoGuia de raças – Dálmata
Adoramos ler, escrever e falar sobre pets! Amamos cães, gatos e todos os animais e estamos aqui para te ajudar a entender tudo sobre o seu amiguinho, tirar dúvidas, se divertir, rir, emocionar e conhecer várias dicas importantes.