Início Prevenção e Informação Doenças do carrapato: O que você precisa saber?

Doenças do carrapato: O que você precisa saber?

COMPARTILHAR
Veterinarian Petting Dog

Conhecida popularmente como “doença do carrapato”, as hemoparasitoses são doenças causadas por microrganismos que parasitam as células do sangue dos pets. Existem duas formas de contágio pelo parasita: provocada por um protozoário (Babesia) e causada por uma bactéria (Ehrlichia).

Ambas ocorrem de maneira muito parecida: os agentes transmissores atacam as células de defesa do corpo e afetam órgãos importantes do animal, entre eles pulmão, rins e fígado. Se for contaminado, o pet pode ter problemas sérios.

Quais são os principais sintomas?

A doença do carrapato apresenta duas fases: aguda e crônica. A partir de 8 a 20 dias depois do contágio já é possível notar alguns sinais no corpo do pet. Por isso, fique atento aos principais sintomas fase aguda:

– Diminuição do apetite;

– Emagrecimento;

– Vômito;

– Desidratação;

– Apatia.

Quando a doença chega em sua fase crônica, os sintomas podem ser mais graveis e fáceis de notar, como:

– Alterações oftálmicas;

– Mucosas pálidas e amareladas;

– Artrite;

– Convulsões.

Existe cura para a doença do carrapato?

Por não existir vacina, as consultas preventivas são essenciais para não colocar a vida do pet em risco. Através de hemograma, bioquímicos, testes sorológicos e ultrassom, é possível verificar se o animal está com anemia, volume baixo de plaquetas e outras alterações que a doença costuma provocar.

A partir disso, o Médico Veterinário recomenda um tratamento com antibióticos, que pode durar de 15 a 30 dias e ajuda a combater o agente causador da doença.

Alerta: a doença do carrapato é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida entre os animais e os seres humanos.

A importância da prevenção

A melhor forma de prevenir a doença é evitar o contato com o carrapato. Para isso, é necessário que o tutor fique distante de áreas onde há o maior risco da presença desses parasitas e sempre faça o uso de produtos contra pulgas e carrapatos no pet.

Além disso, a utilização de coleiras contra pulgas e carrapatos também é um método de prevenção, assim como cuidar do ambiente que o pet vive e estar sempre de olho no pelo do animal para identificar possíveis parasitas.