Início Prevenção e Informação FIV e FeLV: o que são essas doenças?

FIV e FeLV: o que são essas doenças?

COMPARTILHAR

Quando falamos em saúde dos gatos, certamente duas doenças chamam mais atenção: FIV e FeLV. 

A FIV é popularmente conhecida como aids felina e causada por um vírus da mesma família do HIV. Por atacar o sistema imunológico do pet, pode ser fatal principalmente por conta de suas complicações. Porém, se for diagnosticada precocemente, pode ser controlada e garantir maior longevidade ao gato. 

A FeLV é considerada uma doença perigosa e está entre as principais ameaças à saúde dos gatos. Assim como a FIV, essa doença também compromete o sistema imunológico dos pets e pode causar anemia ou linfoma, além de deixar os felinos mais sensíveis a infecções em geral. 

Como são feitas as transmissões da FIV e FeLV?

A transmissão da FeLV ocorre pelo contato direto entre gatos infectados e animais saudáveis, sendo que a principal via de eliminação do vírus é através das secreções, fezes e urina. 

A transmissão da FIV ocorre, principalmente, através de mordidas e arranhões, por gatos machos, não castrados e semi-domiciliados. Outra forma de contágio, porém menos comum, é a gata contaminada transmitir para os seus filhotes. 

Quais são os sintomas da FeLV Felina?

Apesar de ser uma doença bastante específica, a FeLV felina tem sintomas que podem confundir o tutor. Os principais são: 

– Perda de peso; 

– Problemas respiratórios; 

– Diarreia; 

– Vômitos; 

– Anemia.

A leucemia felina não tem cura, mas podemos tomar algumas medidas para evitá-la, como a consulta preventiva no veterinário, a realização do teste de FIV/FELV, a vacinação específica contra essa doença e a castração. 

Quais são os sintomas da FIV Felina?

Os principais sintomas em gatos infectados são: 

– Febre; 

– Pouco apetite; 

– Diarreia; 

– Conjuntivite; 

– Inflamações na boca. 

Assim como a FeLV, a FIV felina também não tem cura. Por isso, o mais importante é prevenir, através de acompanhamento veterinário com consultas preventivas, realização do teste de FIV/FELV ao menos uma vez por ano e castração. Como ainda não temos vacina para esta doença, também é importante evitar que o seu gato vá para a rua. 

Quando devem ser feitos os testes de FILV e FeLV?

Todos os gatos podem realizar os testes para FIV e FeLV a partir dos três meses de vida. O procedimento não é proibido para gatos com menos de 3 meses, mas a indicação ou não depende da avaliação do veterinário. 

É importante realizar o teste antes da vacinação e sempre que se introduzir um novo gato na família.

Atualmente, no Brasil existe apenas a vacina contra a FeLV, que pode ser aplicada por um médico veterinário depois de um minucioso histórico, exame clínico e realização do teste sorológico no pet.