Início Guia de Raças Guia de Raças: Bullmastif

Guia de Raças: Bullmastif

COMPARTILHAR
Crédito: Marcell Végh por Pixabay
Crédito: Annemieke Weverbergh por Pixabay

Porte: Grande
Peso: 41 kg a 59 kg
Necessidade de exercício diário: Média
Temperamento: Dócil, Fiel, Equilibrado, Teimoso, Carinhoso, Alerta, Firme, Confiável
Adestrabilidade: Alta
Expectativa de vida: 7 a 8 anos
Principais Rações para Bullmastiff: Adimax, Premier, Hills, Biofresh, Royal Canin

O Bullmastiff é conhecido como um ótimo cão de guarda. Desde o surgimento da raça, esse talento da raça foi utilizado pelos humanos para evitar a entrada de estranhos em suas propriedades.

Apesar de ter um caráter firme e leal, o Bullmastiff também é um ótimo cachorro de companhia e adora brincar com crianças. Por isso, se mostra como um pet ideal para famílias.

Personalidade

Os cães da raça Bullmastiff geralmente são muito teimosos, por isso precisam de tutores que sejam firmes para poder educá-lo desde criança. Ele possui uma adestrabilidade alta, por isso compensa investir nisso nos seus primeiros anos de vida.

O Bullmastiff é um cachorro muito alerta. Crédito: Divulgação

Ele é muito leal à sua família, por isso irá defender qualquer um de seus membros com muita determinação. É indicado apresentar a ele as visitas, para que ele possa perceber que aquelas pessoas são bem-vindas em seu território.

O Bullmastiff adora crianças e irá querer brincar bastante com os pequenos. É sempre bom ficar atento, pois por conta de seu tamanho avantajado e grande força, poderá causar acidentes.

Mas não pense que é por querer, é somente porque ele não terá noção de sua grandeza perto dos pequenos.

Apesar de ser um cachorro de grande porte, ele adora ficar dentro de casa. Os seus ancestrais já eram acostumados a dormir com seus tutores, por isso você terá que dispender um espaço para ele poder se aconchegar dentro do lar.

Pelagem e cores

A cor tigrada pode aparecer no Bullmastiff. Crédito: Divulgação

A pelagem do Bullmastiff é grossa e curta, não necessitando de cuidados muito específicos. Uma escovação por semana já garante que ele tenha pelos saudáveis.

Ele não necessita de banhos frequentes. Inclusive é indicado evitar lavá-lo, pois ele pode perder a oleosidade natural de sua pele, que é necessária para a sua saúde.

As cores dos pelos podem aparecer em tons castanho, vermelho e também tigrado. Eles costumam ter uma pelagem mais escura na região do focinho e ao redor dos olhos.

Cuidados especiais

Eles não necessitam de muitos exercícios, bastando uma caminhada por dia. Crédito: Daniel Albany por Pixabay

O Bullmastiff costuma ser um cachorro bastante saudável. Porém ele tem bastante probabilidade de se tornar obeso, caso não tenha uma rotina diária de exercícios.

Mas somente uma caminhada com coleira é suficiente. Caso ele se exercite demais, pode desenvolver doenças comuns para a raça, como a displasia da anca.

Uma das maiores preocupações de tutores dessa raça é com problemas oculares. Por isso fique sempre atento ao comportamento do seu cão.

História

Os cães da raça Bullmastiff são muito teimosos, por isso precisam de adestramento desde pequenos. Crédito: michalk37 por Pixabay

A raça Bullmastiff é bastante recente. Ela foi reconhecida somente em 1924, depois de criadores terem obtido três linhagens puras da raça.

Ela surgiu a partir do cruzamento de cães da raça Bulldogue e Mastiff.
Na Inglaterra, no final do século 19, havia muitos problemas de pesca ilegal. Por isso, os criadores de cães decidiram fazer surgir uma raça que fosse mais ágil e mais forte do que os cães de raça já existentes.

Assim surgiram os primeiros Bullmastiffs do mundo. Uma das grandes características da raça é que esses cães não atacam para machucar. Com sua grande força, eles derrubam os oponentes e ficam em cima deles até que seus tutores cheguem.

Ao longo dos anos, a popularidade dos cães de caça começou a cair, o que afetou o Bullmastiff. Mas por conta do seu caráter dócil e fiel, ele passou a ser adotado nos lares de muitas famílias pelo mundo, se mantendo nos corações dos amantes de cães até hoje.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFestas de fim de ano, seu cão seguro
Próximo artigoComo aparar as unhas do gato?
Adoramos ler, escrever e falar sobre pets! Amamos cães, gatos e todos os animais e estamos aqui para te ajudar a entender tudo sobre o seu amiguinho, tirar dúvidas, se divertir, rir, emocionar e conhecer várias dicas importantes.