COMPARTILHAR
Crédito: Agata Światowska por Pixabay

Porte: Médio
Peso: 4 kg a 9 kg
Necessidade de exercício diário: Média
Temperamento: Ativo, Afetuoso, Apegado à família, Atencioso, Inteligente, Divertido, Dócil
Adestrabilidade: Alta
Expectativa de vida: 12 a 17 anos
Principais Rações para Ragdoll: Adimax, Premier, Hills, Biofresh, Royal Canin

Imagine um gato que parece um cachorro. Esse é o Ragdoll. O seu temperamento dócil e de fácil aprendizado para atividades, como buscar a bolina, o assemelha aos cães.

É uma das maiores raças de felinos no mundo e chama a atenção pelos seus pelos longos e sedosos. Além, também, dos seus intensos olhos azuis.

Basta passar um tempinho com um Ragdoll que você logo irá se apaixonar. Ele adora carinho e é muito apegado aos seus tutores.

Personalidade

O Ragdoll é um gato muito carinhoso. Crédito: Blue-Heaven por Pixabay

A principal característica da personalidade do Ragdoll é a sua inteligência. Ele atende pelo nome e ainda faz pequenos truques, assim como os cachorros. Basta dedicar alguns minutos por dia para lhe dar os comandos corretos.

É um gato que adora passar o tempo com os seus tutores, recebendo carinho e brincando. Se você pensa em ter um Ragdoll, já compre diversas bolinhas, brinquedos luminosos e que fazem barulho. Ele irá adorar!

O Ragdoll não é um gato indicado para pessoas que costumam passar muito tempo fora de casa. Ele adora companhia e se sentirá muito triste se ficar sozinho por muito tempo.

Por ter um temperamento extremamente dócil, não é indicado deixa-lo sair sozinho de casa. Isso poderá colocá-lo em perigo, caso encontre um outro gato mau encarado pela rua.

O seu nome significa “boneca de pano”, por ele ficar molinho no colo dos seus tutores. Ele dorme profundamente quando se sente seguro.

É uma raça de felinos ótima para se ter junto de crianças e outros animais.

Pelagem e cores

Seus pelos longos e sedosos chamam a atenção. Crédito: Kadisha por Pixabay

A sua pelagem longa e sedosa é um dos fatores que mais chamam a atenção na raça. Os pelos têm quatro cores clássicas: seal, azul, chocolate, vermelho, creme e lilás, apesar de outras cores serem aceitas.

As cores às vezes demoram para aparecer, somente surgindo quando ficam mais velhos. Por isso é comum os filhotes nascerem com os pelos todos brancos.

Por conta do comprimento e quantidade de pelos, é preciso fazer uma escovação semanal no Ragdoll. Assim o tutor ajudará a evitar que eles engulam muitos pelos, o que pode causar problemas de saúde.

Cuidados especiais

Ninguém resiste a esses intensos olhos azuis. Crédito: BoutiqueBreizh por Pixabay

O Ragdoll costuma ser uma raça muito saudável, não necessitando de muitos cuidados especiais.

Esse gato possui um desenvolvimento lento, por isso é preciso oferecer a ele, desde filhote, uma alimentação saudável e balanceada, com rações de ótima qualidade.

É indicado, também, procurar um médico veterinário para saber se o gato precisa de suplementos vitamínicos.

História

O Ragdoll é um ótimo gato para se ter em apartamento, por ser bastante caseiro. Crédito: Kadisha por Pixabay

O Ragdoll surgiu na década de 1960 no Estado da Califórnia, Estados Unidos. A criadora da raça, Ann Baker, cruzou sua gata da raça Angorá com um macho da raça Sagrado da Birmânia, nascendo a primeira ninhada do Ragdoll.

Como os filhotes se mostraram gatos maravilhosos e extremamente dóceis, a raça passou a ganhar popularidade nos Estados Unidos. Anos depois foi levada aos países europeus e passou a se disseminar no mundo.

No Brasil ainda não é muito comum encontrar a raça, mas ela está conquistando os corações dos amantes de felinos.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDermatite canina: causas, sintomas e tratamentos
Próximo artigoCachorro engasgado: o que fazer?
Adoramos ler, escrever e falar sobre pets! Amamos cães, gatos e todos os animais e estamos aqui para te ajudar a entender tudo sobre o seu amiguinho, tirar dúvidas, se divertir, rir, emocionar e conhecer várias dicas importantes.