Início Curiosidades Seu cãozinho é SENSÍVEL?

Seu cãozinho é SENSÍVEL?

COMPARTILHAR

Com certeza você já deve ter ouvido falar sobre donos que dizem que seus cachorrinhos tem o poder de prever acontecimentos, entendem o sentimento dos donos ou que podem ver quem partiu dessa para uma melhor.

Nem tudo é tão obscuro assim, parte destas crenças a ciência é capaz de explicar…

Os cães são capazes de entender nossos sentimentos?

Alguns profissionais afirmam que os cachorros não conseguem pressentir os sentimentos de seus donos, mas conseguem captá-lo de outra maneira. “Alguns animais, não todos, chegam a captar o estado emocional dos donos, como estresse e angústia. Mas só fazem isso porque recebem sinais que inconscientemente os donos passam a eles”, explica Maria Cristina. “Não é que eles pressintam nossos sentimentos. Eles têm outra forma de leitura que permite entender a situação.”

Outros estudos de especialistas em comportamento canino e de  Institutos de Ciências Biomédicas e Veterinaria dizem claramente que os cachorros são capazes de sentir e interpretar as emoções humanas, inclusive houve a constatação pelos pesquisadores de que os cachorros tem a percepção, e podem assimilar as emoções de seus responsaveis. Isto em diversas situações e de forma imediata, mesmo que o responsavel não esteja interagindo com ele naquele exato momento.

Os cachorros podem ficar tão sentidos, aprensivos e tristes quanto uma criança quando criados em um ambiente familiar em que aconteçam brigas constantes. E podem inclusive pedir por ajuda a terceiros, no caso de presentirem situações de perigo ou emergências.
O que evidencia, um grande grau de percepção em relação a situação, e tambem um sentimento de proteção e empatia, para com o seu responsavel e familiares.
Seu pet é capaz de prever acontecimentos?
cao-da-montanha-dos-pireneus-03

A adestradora e comportamentalista de animais Maria Cristina Oliveira, da Mcdogs, não se considera cética, mas é cautelosa em relação ao assunto. Ela descarta discussões sobre espiritualidade dos animais, mas se a questionarem sobre a possibilidade de um pet prever o futuro, sua resposta será um sonoro “sim”. Mas calma: seu animal não é nenhum adivinho. “Os cães e gatos têm capacidade sensorial aguçada. Eles têm olfato e outros sentidos melhores do que os nossos. Isso permite que sintam quando se aproxima uma tempestade ou outro evento natural, até mesmo os de grande porte.”

Segundo a comportamentalista, como eles têm sentidos melhores, conseguem avaliar as mudanças climáticas quase imperceptíveis ao homem e antever fenômenos . “E não há nada de fantástico, sobrenatural, mágico ou espiritual nisso”, destaca o psicobiologista (profissional que também estuda comportamento animal) paulista Henrique Souza. “É pura ciência. Existem relatos que, horas antes do tsunami que atingiu o Oceano Índico em 2004 – tragédia que deixou milhares de mortos –, vários animais começaram a buscar abrigo em locais mais altos.”
Portanto se o seu cachorrinho tem um ritual pra te avisar que está vindo chuva por aí, acredite, ele provavelmente está certo!
Esses animaizinhos são capazes de ver fantasmas?
Nenhum outro tema gera tanta discussão quanto este. Na casa da família de Elisângela Duarte, alguns eventos estranhos tiram, vez ou outra, o sono da dona – e também o sossego do mais jovem cão da família, o pequeno dachshund Bruce. “Às vezes ele começa a dar investidas em direção ao nada. Ele rosna, fica arrepiado parecendo um ouriço, late com olhar fixo para algo que não vemos e vai avançando em posição de ataque. Eu sempre acompanho e, quando acendo a luz, ele se desarma e começa a cheirar tudo”, diz Elisângela.

Adepta da filosofia espiritualista, a dona diz acreditar que seus três pets – além de Bruce, ela tem outros dois dachshunds – são capazes de ver o que ninguém da família consegue ver. “Acredito que os animais realmente têm essa capacidade mediúnica. Vejo eles como grandes ímãs das manifestações espirituais”, diz.

E ela não está só nesta crença. Muitas religiões apontam a existência de sobrenaturalidade em pets como cães, gatos, pássaros e cavalos. E muitos outros donos também afirmam terem passado por situações semelhantes. Em um post publicado no Blog Animal em dezembro, internautas contaram suas histórias misteriosas. Bárbara Lonardon postou que seu cãozinho, o Maddox, era muito apegado a sua falecida mãe. “Volta e meia ele aparece latindo para alguma coisa que ninguém além dele vê, muito feliz. Então ele corre para perto de mim como se quisesse compartilhar o momento”, diz.

Apesar dos relatos, do ponto de vista científico tudo ainda é um grande mistério. “Não conheço estudos que visaram, de alguma forma, responder esta questão. Como um estudioso do comportamento dos cães e gatos, acredito que diversos motivos podem fazê-los latir, olhar ou atacar algo que os humanos não conseguem ver ou sentir. Mas esta é uma questão mais ampla, que envolve fé”. E nisso, diz Souza, pouco se pode fazer. “É crer ou não crer.”

wallpaper_de_cachorro_brincando_na_grama-31870

Fonte: Gazeta do Povo-Animal, Cachorros Blog